CháTic

Tecnologias da Informação e comunicação na Prática Profissional

Aprender e inovar com TIC[1]

[1]Disponível em: http://www.dgidc.min-edu.pt/outrosprojetos/index.p... Acesso em: 20 de Novembro de 2013

Educação Musical

Nesta parte do blog vamos tratar da Unidade Curricular de Educação Musical.
Antes de começar, vamos explicar algumas noções básicas sobre música.
Abordaremos várias músicas tratadas nesta U.C. , como por exemplo o “Coelho Botelho” , “Eu Tenho um Amigo”, entre outras.
Colocaremos ao dispor de todos as partituras de todas as músicas que demos nestas aulas e, para facilitar, um video que demonstra como estas se tocam no teclado e como se cantam.
Qualquer dúvida que tenham podem comentar o nosso blog, que nós ajudamos com todo o gosto.
Espero que gostem.

O principal objetivo desta unidade curricular é continuar a desenvolver os conhecimentos e as competências adquiridas no ano anterior, numa perspectiva de progressiva autonomização do aluno no domínio do acesso à linguagem musical e, no domínio do manuseamento de materiais musicais adequados à Educação Básica.

Com isto pretende-se que o aluno aprenda e vivencie a canção enquanto elemento aglutinador da aprendizagem musical; que desenvolva autonomia no acesso ao repertório escrito em notação tradicional; e, por último que conheça e aplique processos de aprendizagem que envolvam a música e o texto.

Conteúdos Abordados

  1. Pautas Musicais
  2. Noções básicas sobre música

Para muitos, a música é considerada um quebra-cabeças, mas para facilitar o estudo às pessoas que nos visitam deixamos aqui algumas noções básicas.

Pauta é um conjunto de cinco linhas equidistantes por quatro espaços. A altura do nome das notas distingue-se através da localização destas na pauta (ou nas linhas ou nos espaços). Se precisarmos representar notas mais graves ou agudas do que as notas representáveis na pauta, utilizam-se linhas e espaços suplementares abaixo ou acima da pauta. São sete as notas musicais: dó, ré, mi, fá, sol, lá, si.

Existem três claves: a clave de sol, a clave de fá e a clave de dó. A mais usual é a clave de sol.
A armação de clave é o nome que se dá aos acidentes que se localizam ao lado da clave, podendo ser bemóis ou sustenidos. Os bemóis diminuem meio tom à nota enquanto que os sustenidos aumentam meio tom ao valor natural.
Tonalidade consiste num sistema de sons da escala que se podem verificar pelos acidentes no inicio da pauta ou pela primeira ou última nota da música.

Armação de clave[2]

[2] Disponível em: http://polinho.comunidades.net/index.php?pagina=17... Acesso em: 19 de Janeiro de 2014

Para uma melhor perceção de cada música aprendida em todo o semestre, mostrámos o resultado final de todo o nosso trabalho.

Letra:

O nosso galo é bom cantor

É bom cantor, tem boa voz.

Está sempre a cantar:

có-có-ró-có-có-ró

Está sempre cantar:

có-có-ró-có-có-ró

Está sempre cantar:

có-có-ró-có-có.

Letra:

Era uma vez um coelho

que se chamava Botelho.

Sempre a brincar, a brincar

podes imaginar.

O Pirilampo, um amigo

ia fala-lhe ao ouvido

Numa orelha entrou e,

preso ficou, ficou.

Letra:

Roda, roda, roda, pé, pé, pé

Palmas, palmas, palmas

Caranguejo peixe é.

Caranguejo não é peixe.

Caranguejo peixe é.

Caranguejo só é peixe,

Quando anda de maré.

Letra:

Eu tenho um amigo

que anda sempre comigo.

Se vamos brincar,

rimos sem parar.

Sempre que estamos juntos,

o dia não tem fim.

Eu tenho um amigo,

que gosta de mim.

Letra:

Vento, ventania
Corre, corre sem parar.

Corre o vento,

Faz mau tempo

e assobia lá no ar!

Corre, corre,

corre o vento para o mar!

Bibliografia

Bibliografia fornecida pela docente de Educação Musical

  • WUYTACK, J. (1998). Canções tradicionais portuguesas. Porto: Associação Wuytack de Pedagogia Musical.
  • SANTOS, M. F. (s/d). Histórias de cantar. Lisboa: Juventude Musical Portuguesa.

Comment Stream